Radio Clube Pacos de Ferreira 101.8 FM

Segunda-feira, 27 de Maio de 2024

Sociedade

Da Suíça à Noruega: Os pontos e as surpresas da noite na Eurovisão

A Suíça aterrou no topo da tabela pontual da 68.ª edição da Eurovisão, com 591 pontos... longe dos escassos 16 pontos que a Noruega conseguiu arrecada

Radio Clube Pacos de Ferreira 101.8 FM
Por Radio Clube Pacos de Ferreira...
Da Suíça à Noruega: Os pontos e as surpresas da noite na Eurovisão
IMPRIMIR
Espaço utilizado para comunicação de erro nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Anoite da final do 68.º Festival Eurovisão da Canção ficou marcada, no sábado, pela vitória da Suíça, que arrecadou um total de 591 pontos, dos quais 365 foram dados pelos juris dos 37 países envolvidos, e mais 226 do voto do público.

Nemo brilhou com 'The Code', canção que recebeu os 12 pontos dos juris de 22 países (Albânia, Áustria, Azerbaijão, Dinamarca, Espanha, Estónia, Finlândia, Geórgia, Grécia, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Noruega, Polónia, Portugal, San Marino, Suécia e Ucrânia).

Outros dez países deram dez pontos, cada um, ao concorrente suíço (Austrália, Bélgica, Chéquia, Eslovénia, Reino Unido e Sérvia). Ninguém deu oito pontos à Suíça.

Já no que toca aos pontos arrecadados pelo voto da audiência, foi a Ucrânia que mais 'aportou' apoio à vitória suíça, dando-lhe 12 pontos. O público do Azerbaijão, por sua vez, forneceu 10 pontos, e os públicos da Arménia, Áustria, Finlândia, Grécia, Lituânia e Polónia mais 8 pontos.

'Rim Tim Tagi Dim' até ao 2.º lugar. Como foi com a Croácia?

Em segundo lugar na tabela, não muito longe da vitoriosa Suíça, ficou a Croácia, com 547 pontos, dos quais 210 vieram dos juris e 337 vieram dos voto do público.

Os juris da Sérvia e de Chipre foram os fãs máximos de Baby Lasagna e do seu 'Rim Tim Tagi Dim', dando cada um 12 pontos. Seguem-se Finlândia, Islândia, Lituânia, Malta e Suécia na lista de países que lhe deram dez pontos. Austrália, Áustria, Dinamarca, Estónia, Itália, Moldova, Polónia, Reino Unido, Suíça deram, cada um, oito pontos.

No que toca aos votos do público, foram vários os países que deram a votação máxima possível (12 pontos) à Croácia: Albânia, Áustria, Azerbaijão, Dinamarca, Eslovénia, Irlanda, Islândia, Noruega e Sérvia.

Top 3 fechou com a Ucrânia

Finalmente, a completar o pódio está a Ucrânia, com 453 pontos (146 dos juris e 307 do público).

Chéquia e Moldova deram a Kyiv com a pontuação máxima (12 pontos), seguindo-se a Estónia, a França e a Polónia com 10 pontos cada e a Finlândia, Israel e a Letónia com oito pontos.

Do público, a Ucrânia beneficiou mais da Chéquia, Estónia, Geórgia, Lituânia, Malta, Moldova e Polónia, que deram, cada um, 12 pontos. Seguiu-se a Dinamarca, Espanha, Israel, Itália, Letónia, Portugal e San Marino, para além da categoria Resto do Mundo, com dez pontos cada, e Alemanha, Azerbaijão, Chipre, Croácia, Eslovénia, França, Irlanda, Noruega, Países Baixos e Suécia, com oito pontos cada.

 

'Ulveham', dos Gåte, arrecadou apenas... 16 pontos

Na ponta oposta da tabela classificativa ficou, por outro lado, a Noruega, que foi para casa com apenas 16 pontos.

'Ulveham', dos Gåte, não convenceu, recebendo seis pontos do júri da Albânia, dois dos juris da Finlândia e da Lituânia e um da Áustria e da Chéquia. Do voto do público, foram os ucranianos que mais pontos deram a Oslo (três), seguindo-se os vizinhos da Finlândia, com um ponto.

E Portugal?

Portugal, por sua vez, alcançou o 10.º lugar da tabela classificativa, somando 152 pontos, dos quais 139 dos juris e 13 do público.

iolanda recebeu a pontuação máxima possível (12) dos juris da Croácia, da França e do Reino Unido, ao passo que a Arménia foi o único país a dar dez pontos a Portugal e a Eslovénia, a Lituânia, e os Países Baixos deram, cada um, oito pontos.

Do público, foram o Luxemburgo (seis pontos), a França (cinco pontos) e a Suíça (dois pontos) a dar um 'empurrão' a Portugal.

Noite marcada por curiosidades

O momento de atribuição das pontuações é sempre um dos mais esperados na noite da final da Eurovisão, e a edição de 2024 não foi exceção.

Israel, por exemplo, viu crescer exponencialmente o seu lugar na tabela classificativa, após a conclusão da contagem dos pontos dados pelos juris, graças à votação massiva dos públicos.

Antes da atribuição dos pontos do público, Telavive contava apenas com 52 pontos e estava nos últimos lugares da tabela classificativa. Valeram-lhe, no entanto, os 323 pontos dados pelo público para alcançar o quinto lugar, com um total de 375 pontos.

Israel beneficiou da pontuação máxima possível do público (12 pontos) vinda da Alemanha, Austrália, Bélgica, Espanha, Finlândia, França, Itália, Luxemburgo, Países Baixos, Portugal, San Marino, Reino Unido, Suécia e Suíça.

Viveu-se, também, outro momento caricato na noite 'eurovisiva', quando o Reino Unido, que ficou em 18.º lugar com apenas 46 pontos, percebeu que, dos votos do público, recebeu um total de... zero pontos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE/CRÉDITOS: www.noticiasaominuto.com
Radio Clube Pacos de Ferreira 101.8 FM

Publicado por:

Radio Clube Pacos de Ferreira 101.8 FM

Rádio de música e palavra, dirigida ao concelho de Paços de Ferreira e às populações influenciadas pela sua cobertura radio eléctrica em 101.8 FM e pela internet em www.radiopacos.pt

Envie a sua mensagem, assim que possível vamos responder ; )