José Neto é o novo Embaixador Nacional para a Ética do Desporto

Pacense dá aulas no ISMAI desde 1991 e já trabalhou com grandes nomes do futebol português

José Neto é o novo Embaixador Nacional para a Ética do Desporto

José Neto foi convidado para assumir o cargo de Embaixador Nacional para a Ética do Desporto, cuja missão passa pela persecução dos ideiais do Programa Nacional de Ética no Desporto, entre os quais a promoção e vivência dos valores do desporto.

Em nota de imprensa, José Neto avançou que o convite foi lançado pelo Secretário de Estado do Desporto,  João Paulo Rebelo, e pelo Coordenador do Plano Nacional de Ética, Dr. José Lima e lhe causou um “sentimento de humildade, orgulho, gratidão e também muita emoção”.

“Assinei um compromisso para a defesa dos valores como o Fair Play, respeito pelo outro, responsabilidade e amizade, tolerância, desenvolvimento e bem estar da educação ao longo da vida e na promoção dos valores inerentes ao Desporto nas atividades profissionais e pessoais”, indica o novo Embaixador Nacional para a Ética do Desporto.

José Neto, um nome de respeito no futebol nacional

Atualmente é um dos nomes mais respeitados quando o tema é futebol e percorre o país partilhando
o seu conhecimento sobre este desporto. “Pelas mãos” de José Neto já passaram técnicos como José Mourinho e Carlos Carvalhal, tendo sido também um dos responsáveis, a par com José Maria Pedroto, pela introdução da observação, análise de jogo e estatística no futebol.

Apaixonado pelo concelho a que chama “casa”, Paços de Ferreira, desde cedo que o professor universitário enfrentou adversidades, tendo inclusive estudado enquanto militar da Força Aérea colocado na Esquadra 12, em Penamaior. Contudo, trocou de licenciatura depois de dar aulas de educação física e se apaixonar pela dinâmica e interação com os alunos.

O passo para o futebol foi dado no final do curso de Educação Física, quando assistiu a um palestra de José Maria Pedroto e se abriu uma porta para o Vitória de Guimarães.

Daí surgiu a ideia de introduzir a observação, análise de jogo e estatística no país, que permitiu melhorar a performance das equipas, e a dupla transitou para o FC Porto, dando o pontapé de saída à longa e respeitada carreira de José Neto. Depois de décadas de inovação e 13 livros publicados, o pacense tem em mãos uma autobiografia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
Fonte(s): www.imediato.pt
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Comentários
Publicidade
Publicidade

Veja também

\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\
Publicidade
Publicidade

Envie a sua mensagem e assim que possível respondemos!

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar o acesso, você concorda com nossa Política de Privacidade. Para mais informações clique aqui.