Paredes – Pulseira eletrónica por violência doméstica

.

Paredes – Pulseira eletrónica por violência doméstica

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel, no dia 19 de agosto, deteve um homem de 51 anos por violência doméstica, no concelho de Paredes.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito esteve casado com a vítima, sua companheira de 48 anos, e que, durante 31 anos de matrimónio, agrediu física e psicologicamente a mesma. Nos últimos oito anos, o agressor revelou-se extremamente ciumento e controlador, vigiando a vítima nos seus movimentos diários. No último episódio de violência, a vítima colocou termo à relação, decidindo abandonar a habitação. Não aceitando esta decisão, o agressor continuou a controlar as rotinas da vítima, causando-lhe constante medo e inquietação e levando-a a temer pela sua integridade física.

Pela gravidade dos factos, o agressor foi detido e presente a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Penafiel, no dia 20 de agosto, tendo ficado sujeito às medidas de coação de proibição de contactar a vítima por qualquer forma ou meio, proibição de se aproximar da vítima, da sua residência e do seu local de trabalho, num raio de 200 metros, controlado por pulseira eletrónica, proibição de adquirir e ter na sua posse qualquer arma, devendo entregar as que possui, e obrigação de apresentações no posto policial da sua área de residência.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Comentários

Veja também

\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\

Envie a sua mensagem e assim que possível respondemos!

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar o acesso, você concorda com nossa Política de Privacidade. Para mais informações clique aqui.