Paredes – Pulseira eletrónica por violência doméstica

.

Paredes – Pulseira eletrónica por violência doméstica

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel, no dia 30 de setembro, deteve um homem de 29 anos por violência doméstica, no concelho de Paredes.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o agressor vinha a adotar comportamentos agressivos contra a vítima, sua esposa de 29 anos, com a qual estava casado há cerca de 10 anos. Quando a vítima começou a trabalhar num estabelecimento de restauração e bebidas, os comportamentos possessivos e controladores do agressor aumentaram, começando-a a vigiar no local de trabalho e originando diversas desavenças na presença dos dois filhos menores.

A vítima disse ao agressor que queria terminar a relação, facto que não aceitou, ameaçando-a de morte através do envio de fotos de armas de fogo.

Perante a gravidade dos factos, o suspeito foi detido e presente hoje, dia 1 de outubro, a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Penafiel, onde ficou sujeito às medidas de coação de termo de identidade e residência, proibição de se aproximar, permanecer ou frequentar a habitação da ofendida, num raio de 300 metros, proibição de contactar, por qualquer forma ou meio com a vítima, controlado por pulseira eletrónica, proibição de adquirir quaisquer tipo de armas, devendo, em cinco dias, proceder à entrega junto do Órgão de Polícia Criminal de quaisquer armas que possua.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Comentários
Publicidade
Publicidade

Veja também

\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\
Publicidade
Publicidade

Envie a sua mensagem e assim que possível respondemos!

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar o acesso, você concorda com nossa Política de Privacidade. Para mais informações clique aqui.